A conceito do 5S é um elemento fundamental no desenvolvimento do Sistema Lean.

O 5S implementado corretamente é a base da estabilidade do processo e ajuda no combate às perdas, além de:

  • Melhorar a qualidade
  • Aumentar a produtividade
  • Reduzir o custo
  • Melhora a segurança

A origem do 5S

O 5s foi criado no Japão com o objetivo de possibilitar um ambiente de trabalho adequado para uma maior produtividade.

Isto ocorreu no início da década de 50, em um momento de crise no qual o país tentava se reerguer da derrota sofrida na segunda guerra mundial e precisava, sem investimentos, competir com a Europa e Estados Unidos.

A denominação 5s é devida das cinco atividades iniciadas pela letra “S”, quando nomeadas em japonês. Em português, para se manter o significado acrescentou-se o termo “Senso” :

Seiri = Senso de Utilização, seleção, classificação

Seiton = Senso de Ordenação, Arrumação, Organização

Seiso = Senso de Limpeza, Inspeção

Seiketsu = Senso de Padronização

Shitsuke = Senso de Autodisciplina, Auto controle, Respeito

 

O Foco do 5S

  • Ação contínua na organização, arrumação, limpeza, padronização e disciplina como forma de mudar a maneira como as pessoas encaram seu trabalho e o que fazem.
  • É uma estratégia gerencial de melhoria voltada para a ação, que busca a eliminação dos desperdícios.

Entenda agora um pouco mais sobre a metodologia 5S e veja dicas para implementá-la na sua organização:

 

Seiri – Senso de Utilização, seleção, classificação

“Separar somente o necessário para execução da atividade.”

O senso de utilização destaca a importância de usar, com equilíbrio e consciência, materiais, ferramentas, equipamentos ou documentos, por exemplo. Para isso, é importante definir quais itens são necessários de verdade para o funcionamento da empresa e para a rotina dos funcionários. Se ele não for preciso deve ser descartado, assim facilitará o controle de estoque, organização e limpeza do ambiente de trabalho e melhor controle no geral.

 

Dicas:

  • Remova o que não é necessário.
  • Se estiver incerto, decida.
  • Consiga o que está faltando e guarde o que é necessário.

 

Perguntas que podem ajudar:

 

  • Para cada atividade devemos ter apenas uma coisa, se temos mais de uma, devemos ter uma explicação/razão. A razão está correta?
  • Estamos utilizando os recursos adequadas?
  • Precisamos de algo que não está próximo?
  • Nós estamos contornando os problemas ou estamos mostrando para que sejam resolvidos?

 

Seiton – Senso de Ordenação, Arrumação, Organização

“Um lugar para cada coisa, cada coisa no seu lugar”

O objetivo deste pilar é facilitar o acesso, reposição e aumento de eficiência.

Dicas: Tudo que foi separado dever estar:

 

  • Ao alcance dos braços: Posição correta e identificada.
  • Rapidamente acessível: Pela frequência de uso.
  • Facilmente acessível: Em uma posição ergonômica.

 

Perguntas que podem ajudar:

  • Como tudo deve estar posicionado para que tenhamos um posto de trabalho funcional?
  • Esta é a melhor posição para as ferramentas?

 

Seiso – Senso de Limpeza, Inspeção

“A melhor limpeza, é aquela que eu não preciso fazer”

Usar sem sujar, atacar as fontes de sujeira, manter limpo.

Nesta etapa, inicia-se o processo de manter a área conforme organização estabelecida na etapa anterior.  Este processo é finalizado na passo 5, onde uma estrutura de auditorias mais robusta será implantada.

A limpeza deve ser parte do trabalho diário, e não uma mera atividade condicional ou mediante situações graves de desordem.

Um padrão de limpeza deve ser estabelecido, esclarecendo:

  • Onde limpar
  • Como Limpar
  • Executante
  • Frequência da limpeza

 

A condição de limpeza desejada deve ser referenciada através de um padrão.

Em todo momento, principalmente durante a execução do padrão de limpeza, anomalias devem ser identificadas com a finalidade de ajustar a nova ordem estabelecida.

 

Dicas:

  • Saber usar, sem sujar. Ao limpar, atacar as fontes de sujeira.
  • Sujeira esconde problemas!
  • Inspeções acham problemas! Limpar é inspecionar
  • Facilite a inspeção! Elimine a causa raiz do problema
  • Assegure a maneira correta e a frequência correta!

ATUALIZE AS ROTINAS DE LIMPEZA E MANUTENÇÃO.

Seiketsu – Senso de Padronização

Padronizar para manutenção dos três primeiros S´s.

Novas regras e métodos de organização e limpeza foram criados. Treinamentos precisam ser ministrados para garantir a capacitação dos usuários em respeitar estes novos padrões.

O Objetivo é Padronizar e manter os três primeiros “S” no dia a dia, além de cuidar da saúde do corpo e da mente.

O melhor padrão é claro e autoexplicativo. É uma forma lógica de realizar uma tarefa.

Dicas

O que não pode faltar nesta etapa!

  • Regras de limpeza e organização
  • Relação dos procedimentos criados
  • Implantação da comunicação visual
  • Plano de treinamento concluído
  • Torne óbvio o que é necessário para manter o estado atual.
  • Esclareça quem faz: o que, como e quando.
  • Crie uma maneira para fazer o follow-up do padrão, de forma a mantê-lo sempre atualizado.
  • Pratique o genba walk e gestão à vista.

 

Shitsuke – Senso de Autodisciplina, Autocontrole, Respeito

Cumprir o que está estabelecido. Aplicação contínua.

Refere-se à manutenção dos padrões, não permitindo um regresso às antigas práticas.  A melhor ferramenta é incentivar um plano de auditorias internas.  Para isso, alguns pontos devem ser considerados, como a preparação do check-list de auditorias, formação dos auditores e definição do cronograma de auditorias.

Dicas

Como preservar o padrão alcançado com os 4S anteriores?

  • Crie um ambiente e pré-requisitos para mudar velhos hábitos.
  • Liderança instruindo e orientando o time a manter o 5S.
  • A aplicação contínua dos 5S sustenta e melhora o nível alcançado!

O 5S é a base para estabilidade de qualquer processo.

A essência do 5S é a criação de novos e bons hábitos, que vão apoiar na busca de se elevar o nível de qualquer processo, seja em produto ou serviço através da eliminação dos desperdícios.

Os padrões estabelecidos são a “cunha” que sustentam a nova situação.

Os Bons hábitos evitam que a cunha escorregue (sustentabilidade).

Quer saber ainda mais sobre o tema?
Paulo Ghinato, Ph.D. SEO da Lean Way Consulting falou sobre 5S em sua última live.
Acesse nossa área de downloads e baixe gratuitamente o material utilizado!

Entrar

Open chat